Turistar é preciso!

Turistar é preciso

Viajar faz bem para a saúde física e mental. Descansar o corpo, aliviar a mente e sair da rotina proporciona bem-estar e renova as energias. Embarque nessa ideia!

As viagens sempre foram cercadas de diferentes motivos e um sentimento: desvendar o novo. O primeiro passo é saber para onde você quer ir. Essa escolha envolve alguns aspectos como o meio de transporte que irá usar, que tipo de lugar você gostaria de conhecer e com quem irá desfrutar essa viagem. Independente dessas escolhas, os benefícios de passar um tempo fora do seu ambiente original são muitos.

Viajar faz bem ao corpo

Quem viaja vive mais! Estudos realizados em vários países demonstram os benefícios que viajar traz para a saúde física das pessoas. Longos períodos sem férias são prejudiciais tanto para os homens como para as mulheres. Estudam científicos americanos comprovam que em ambos os casos os riscos de problemas cardíacos aumentam significativamente quando ambos ficavam anos só trabalhando. Independente se é por um final de semana, feriado ou férias, aproveite para viajar.

Viajar traz benefícios à saúde mental

A criatividade é um dos principais benefícios que o viajante experimenta. Aproveitar o tempo para descontrair, relaxar, permitir novos olhares, estar fisicamente longe dos problemas e do condicionamento da mente, são grandes benefícios adquiridos ao sair da rotina. Após uma viagem não é incomum encontrar soluções simples para problemas que pareciam impossíveis de serem resolvidos.
Viajar também oportuniza oxigenar a relação com a família ou entre um casal. De acordo com uma pesquisa britânica, diminuir o nível do cortisol (hormônio responsável pelo estresse) aumenta a energia, melhora o humor e a libido.

Viajar agrega conhecimento

“A mente que se abre a uma nova ideia jamais voltará ao seu tamanho original.” Albert Einstein
Durante o Renascentismo europeu, que ocorreu entre os séculos XIV e XVI, a nobreza masculina e o clero promoviam as produções artísticas e científicas através de viagens, que tinham como objetivo acumular conhecimento, aventuras e o aprendizado de novos idiomas. Entre os séculos XVI e XIX o Grand Tour, que teve início na elite britânica e difundiu-se pela Europa, era uma modalidade de viagem que combinava lazer e instrução.
Hoje essa prática é quase um mantra da nossa sociedade e viajar se tornou também sinônimo de aquisição de todos os tipos de conhecimento. Quem nunca experimentou (ou ao menos pensou experimentar) algo novo em uma viagem? Passeios, comidas típicas ou mesmo aquele idioma que está “enferrujado” na sua mente. Lugares com diferentes culturas permite sair completamente da zona de conforto.

Conhecer pessoas e lidar com problemas atípicos também estão entre os desafios que encontramos em uma viagem e que contribuem para nossas vidas. Situações, contratempos e pessoas com vivencias diferentes podem ser favoráveis para uma visão diferente do mundo.

“Um homem precisa viajar. Por sua conta, não por meio de histórias, imagens, livros ou TV. Precisa viajar por si, com seus olhos e pés, para entender o que é seu. Para um dia plantar as suas próprias árvores e dar-lhes valor. Conhecer o frio para desfrutar o calor. E o oposto. Sentir a distância e o desabrigo para estar bem sob o próprio teto. Um homem precisa viajar para lugares que não conhece para quebrar essa arrogância que nos faz ver o mundo como o imaginamos, e não simplesmente como é ou pode ser. Que nos faz professores e doutores do que não vimos, quando deveríamos ser alunos, e simplesmente ir ver.” Amyr klyn

Sinais de que você está precisando viajar

Você está precisando de uma pausa! Em geral após um longo período sem férias corpo e mente estão exaustos. Nada melhor do que um tempo longe da rotina para recarregar as baterias.
Mora em uma cidade grande? Busque passar um tempo mais próximo da natureza. Tanto a praia como o campo proporcionam inúmeros benefícios para o corpo e para a mente.
Sentir que precisa do novo, agregar conhecimento a sua vida. Sair da rotina também gera autoconhecimento e sabedoria. Oportunizar um período viajando ou morando em outro lugar tende a nos tornar mais maduros, prontos para encarar novos desafios.
Períodos, mesmo que curtos, de grande estresse também podem ser aliviados com uma viagem.

Carla Nagibe

Carla Nagibe é jornalista, formada em Letras, Gestão de Turismo e especialista em Administração de Marketing.

Apaixonada pelo Brasil e por viagens, aborda nessa coluna aspectos que relacionam o turismo ao desenvolvimento das cidades, culturas locais, gastronomia, produtos turísticos e tudo que estiver relacionado a esse instigante universo.

Compartilhar no facebook
Facebook
Compartilhar no twitter
Twitter
Compartilhar no linkedin
LinkedIn
Compartilhar no whatsapp
WhatsApp
Scroll Up